Novo SUV da Ford, baseado no Mustang, será o 1º elétrico da marca no segmento
20/09/2018 08:05 em CARROS/MOTOS
Primeiro elétrico no segmento SUV da Ford aposta em replicar o sucesso mundial do Mustang nas vendas.

 

A Ford divulga a primeira imagem do seu primeiro SUV elétrico, com design inspirado no Mustang. Desenvolvido pela equipe destinada a projetos elétricos, a Ford Team Edison, está previsto para chegar às ruas em 2020. Pela foto, é possível ver que o modelo na verdade está mais para um crossover. O SUV da Ford terá uma caída de teto bastante pronunciada, que pode até lembrar o Jaguar I-Pace, por exemplo. Quanto à eficiência, será capaz de rodar 480 km antes de qualquer recarga, segundo declarações oficiais.

Cotado para ser chamado de Mach 1, em homenagem a uma das versões mais icônicas do Mustang da década de 70, o SUV da Ford será baseado na plataforma C2, a mesma utilizada pelo Focus. O principal objetivo da montadora com o lançamento é não ficar para trás na briga com as rivais europeias. A Jaguar já apresentou o I-Pace, a Mercedes-Benz o EQC e a Audi adiantou o e-tron. Por fim a BMW, que também está prestes a mostrar o conceito iNext, seu primeiro SUV 100% elétrico.

 

 

SUV da Ford é mais do que um SUV elétrico do Mustang

Tal como o Mustang, o novo SUV da Ford promete bastante agressividade e personalidade

Tal como o Mustang, o novo SUV da Ford promete bastante agressividade e personalidade

 

Para a Ford será uma revolução, uma vez que o modelo é o primeiro dos 16 novos modelos elétricos que a marca promete lançar até 2020. Ao todo, a Ford oferecerá 40 modelos híbridos e elétricos até 2020. Para chegar a esse número, a fabricante investiu 11 bilhões de dólares, ou R$ 45 bi. Se muitos desses modelos forem SUVs, é um investimento que certamente terá retorno, inclusive no Brasil, uma vez que segundo a GM, este segmento representará 30% das vendas no nosso mercado até 2023.

Segundo o diretor da divisão de elétricos da Ford, Darren Palmer, o mercado de carros elétricos está crescendo de forma exponencial e cada mercado apresenta desafios únicos à sua expansão. Desse modo, o SUV elétrico do Mustang será desenvolvido com foco no consumidor. “Não existe uma grande base histórica de dados sobre veículos elétricos para se consultar e tentar prever o que virá no futuro. O mundo está mudando radicalmente e mais do que nunca temos de escutar para realmente entender nossos consumidores e como eles estão evoluindo”, afirma.

No mercado brasileiro, o Mustang assumiu a dianteira logo em seu primeiro mês de vendas. Desde abril, o Mustang já soma 628 unidades vendidas, número 6,6 vezes maior que o segundo esportivo mais vendido, o Porsche 911, que teve 95 exemplares vendidos de janeiro a junho. Enquanto isso, o Camaro, seu principal rival, vendeu apenas 17 unidades em 2018. Será que o SUV da Ford – que se define como um Mustang elétrico SUV – “surfará” no sucesso desse segmento e será um sucesso absoluto, tal qual o seu “irmão” esportivo?

FONTE:  FOTO: DIVULGAÇÃO

COMENTÁRIOS