Padre João se despede de Blumenau com igreja lotada
30/11/2018 10:28 em NOTÍCIAS

Fiéis lotaram a Catedral São Paulo Apóstolo para a última cerimônia comandada pelo sacerdote na cidade  .

As paredes construídas com pedras de granito vermelho e vitrais coloridos da Catedral São Paulo Apóstolo receberam nesta quinta-feira a novena de Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Até então, nada fora do habitual, se esta não fosse a última celebração comandada pelo padre João Bachmann em Blumenau.

 

Ele se despede da cidade para assumir a Igreja Santa Inês, em Indaial. Centenas de fiéis se aglomeraram na catedral para acompanhar o momento. Teve até quem chegou bem cedo, para garantir um lugar.

Quando o relógio marcava 15h, chegou Inês Albino Martins, 72 anos. A emoção de saber que o padre que ela tanto admira está partindo transbordava pelos olhos. A aposentada não esconde o amor pelo sacerdote que teve papel importante em um dos momentos mais difíceis da vida dela.

 

Logo após sofrer um acidente doméstico, foi à igreja e encontrou Bachmann. Recebeu a benção e afirma que desde aquele dia a saúde melhorou significativamente. – Vai fazer falta para nós e espero que volte logo, pois para mim é um pai espiritual – disse a fiel.

Missão padre João Bachmann

Missão padre João Bachmann (Foto: Patrick Rodrigues)

A transferência de Bachmann para Indaial surpreendeu os fiéis em anúncio feito no início de novembro. Ele criou uma identidade com moradores e comunidade religiosa. Para Raul Kestring, padre da Diocese de Blumenau, a ligação com a cidade foi cultivada a partir de três características do padre João.

– Carisma, oração e proximidade com as pessoas. É um dom divino conquistar as pessoas, e nós como sacerdotes vocacionados de Deus, temos que encaminhar as pessoas para o caminho do Senhor – destaca Kestring.

Muito emocionado e convicto da missão, Bachmann celebrou a última missa da novena em Blumenau com a mesma energia, amor e comprometimento que demonstrou nos anos em que esteve à frente da paróquia.

– Posso dizer que todo o esforço que fiz nestes anos foi para melhor servir a comunidade blumenauense. Deixo essa alegria do meu coração e peço perdão se em algum momento deixei de atender alguém - disse ao ressaltar que a saudade já aperta.

Missão padre João Bachmann

Missão padre João Bachmann(Foto: Patrick Rodrigues)

FONTE:      Por Adriano Lins adriano.lins@somosnsc.com.br   

FOTO: PATRICK RODRIGUES

COMENTÁRIOS