Mulher aborda policiais em Pomerode para denunciar agressões do ex-marido
03/01/2019 12:11 em POLÍCIA

Sem área de celular no local onde mora, ela foi até o pelotão da PM para relatar caso de violência doméstica.

Sem conseguir contato com a Polícia Militar por não ter área de telefonia móvel onde mora, uma mulher abordou policiais em frente ao pelotão da PM de Pomerode para denunciar agressões do ex-marido.

De acordo com relato da mulher à guarnição, ela teria ido buscar a mamadeira da filha nesta quarta-feira, na casa do antigo companheiro, momento em que teria sido agredida.

A PM, então, foi até o endereço citado pela vítima, mas não encontrou o homem. Ela foi orientada a fazer o exame de corpo de delito e a registrar um boletim de ocorrência contra o ex-companheiro.

Essa foi a segunda ocorrência de violência doméstica registrado em Pomerode em apenas dois dias. Na terça-feira, um homem bateu na esposa e, em seguida, fugiu para a casa da mãe tentando evitar ser preso.

Indaial também registra caso de violência doméstica

Outro caso de violência doméstica também foi registrado no Médio Vale, dessa vez em Indaial. Por volta das 19h, a PM foi chamada na Rua Santana, região do bairro João Paulo II. No local, a vítima relatou aos policiais que havia sido agredida e ameaçada pelo marido.

 

Em consulta, os policiais verificaram que o agressor tinha um mandado de prisão ativo por não pagar a pensão alimentícia à ex-esposa, que havia sido expedido pela comarca de Brusque. O homem, de 28 anos, foi preso e encaminhado à delegacia de Indaial.

FONTE:     Por Redação Santa nsctotal@somosnsc.com.br FOTO: REPRODUÇÃO

COMENTÁRIOS