Blumenau ficará sem roçada até abril por conta do fechamento da URB
09/03/2019 10:06 em NOTÍCIAS

Outros serviços feitos pela companhia também serão contratados de forma emergencial. Cada secretaria será responsável por fazer o próprio contrato.

Por conta do fechamento da Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB), anunciado nesta sexta-feira pela manhã, a cidade ficará sem roçada até meados de abril. Isso porque embora o serviço será contratado de forma emergencial, há obstáculos a serem ultrapassados. A tendência é de que leve pelo menos um mês para que todo o trâmite burocrático seja feito e novas empresas comecem a atuar.

 

Além de roçada, a URB também atua na varrição, conservação de praças e jardins, corte de grama e mato, zeladoria em escolas, serviços de manutenção na Vila Germânica, Faema e um ou outro trabalho de sinalização viária. Todos esses serviços serão substituídos por empresas que atuarão de forma emergencial (semelhante ao que ocorreu na transição do Consórcio Siga para a Piracicabana, hoje Blumob, no transporte coletivo).

A confirmação do início da desativação da tradicional empresa blumenauense foi feita pelo prefeito Mário Hildebrandt (sem partido) e vai englobar a demissão de 642 funcionários a partir de segunda-feira. A prefeitura garante ter dinheiro em caixa (aproximadamente R$ 12 milhões) para pagar todas as rescisões de contrato. Com um prejuízo estimado em R$ 12 milhões para esse ano, a URB se tornou" insustentável financeiramente", o que motivou a decisão da prefeitura.

 

FONTE: POR: Por Augusto Ittner augusto.ittner@somosnsc.com.br Colaborou Adriano Lins

FOTO: Patrick Rodrigues

COMENTÁRIOS