Supremacistas brancos sugerem matar príncipe Harry por casar com Meghan
08/12/2018 08:58 em MUNDO

Investigação da BBC mostra que estudantes do Reino Unido fundaram versão britânica de grupo neonazista americano.

Uma reportagem da BBC revelou que um grupo neonazista britânico está fazendo ameaças de morte ao príncipe Harry por ter se casado com a atriz norte-americana Meghan Markle. Nas redes sociais circulam ameaças compostas por imagens e mensagens bastante violentas.

Numa delas, é possível ver o príncipe Harry com uma arma apontada à cabeça e onde se pode ler “traidor da raça”.

Segundo a BBC, a realeza britânica tem vindo a ser alvo destas ameaças há vários dias por conta do matrimônio ‘inter-racial’, algo que ofende os supremacistas brancos.

O grupo em questão foi criado por Andrew Dymock, estudante da Universidade Britânica de Bath. O grupo extremista é uma réplica da organização norte-americana Atomwaffen Division, que promove atos terroristas e que tem ídolos como Adolf Hitler e o serial killer Charles Manson.

 

Até o momento, o Palácio Real não comentou o assunto.

FONTE: Notícias ao Minuto Brasil FOTO: © DR

COMENTÁRIOS