"É um recurso mal empregado", diz prefeito de Blumenau sobre desinfecção de áreas públicas
25/03/2020 09:57 em NOTÍCIAS

Praça no centro de Blumenau.

A prefeitura de Blumenau descartou, pelo menos até o momento, a possibilidade de usar produtos químicos para higienizar e desinfectar espaços públicos como ruas, parques e praças. A medida vem sendo adotada por algumas cidades como tentativa de combater o novo coronavírus, embora não seja recomendada pela Federação Catarinense dos Municípios (Fecam).

A entidade distribuiu comunicado aos municípios esclarecendo, com base em recomendação técnica da Vigilância Sanitária do Estado, que não há eficácia comprovada da ação para contenção da contaminação. “As únicas medidas eficazes são as recomendadas pelas autoridades em saúde: isolamento social, medidas de higiene e cuidados específicos, uma vez que o vírus é repassado pelo contato direto”, diz a Fecam no texto. O prefeito Mario Hildebrandt decidiu seguir a orientação:

— É um recurso mal empregado — entende ele, reforçando que esse dinheiro pode ser usado em ações mais efetivas de prevenção e combate, como compra de equipamentos.

Segundo Hildebrandt, a higienização está sendo reforçada nos ônibus que transportam profissionais da área de saúde e em estruturas públicas, como ambulatórios e a Pró-Família.

 

A Fecam acrescentou ainda, na nota, que as medidas de higienização que estão sendo promovidas pelas prefeituras “são louváveis apenas enquanto método e medida de limpeza pública em geral” e que esse tipo de medida “não pode ser confundida como solução e segurança à população no enfrentamento” do coronavírus.

FONTE: nsc POR PEDRO MACHADO FOTO: PATRICK RODRIGUES

COMENTÁRIOS