Homens fingem ser funcionários da Celesc e furtam R$ 4,2 mil de idosa em Blumenau
19/05/2020 12:40 em POLÍCIA

Golpe foi aplicado em uma senhora de 71 anos na Vila Nova.

Uma idosa de 71 anos foi vítima de um estelionato na manhã desta segunda-feira (18) em Blumenau. Ela foi abordada por dois homens que fingiram ser funcionários da Celesc, permitiu a entrada deles, e teve cerca de R$ 4,2 mil furtados durante a ação dos criminosos.

 

De acordo com a Polícia Militar, a senhora disse que os dois estelionatários chegaram à casa, por volta das 11h, e alegaram ser da companhia de energia elétrica do Estado. Eles teriam dito à mulher que a conta de luz tinha sido muito alta e, por isso, precisariam fazer uma verificação na residência.

 

Só para esse serviço, de acordo com a idosa, os criminosos já cobrariam a quantia de R$ 150. Quando ela foi pagá-los pelo suposto serviço, os homens perceberam que havia mais dinheiro na carteira da vítima. Um deles disse que precisava checar a máquina de lavar roupas, enquanto o outro furtou os mais de R$ 4,2 mil.

Em seguida eles fugiram em um veículo Volkswagen Fox de cor cinza e não foram localizados. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Alerta da Celesc

Em abril deste ano a Celesc chegou a emitir um comunicado sobre golpes que estariam sendo aplicados no Estado em nome da empresa. Em um dos casos, os golpistas se identificam como funcionários da Secretaria de Justiça. Eles informam que há débitos devido a problemas no padrão de entrada de energia elétrica da residência da vítima e cobram que a pessoa faça um depósito em conta bancária.

A outra prática irregular oferece serviços em nome da companhia de energia elétrica, por ligações e mensagens pelo telefone. Os golpistas agendam o serviço, pedindo todos os dados da vítima como endereço, CPF e nome completo.

A empresa reforça que nunca solicita depósito em conta e nem liga para pedir dados do consumidor. Os serviços são agendados pelo próprio cliente. Em caso de dúvida, é possível entrar em contato pelo telefone 0800 48 0196, ou pela agência web e o chat online no site da Celesc.

FONTE: nsc santa FOTO: CELESC, DIVULGAÇÃO

FONTE: Por Augusto Ittner augusto.ittner@somosnsc.com.br

COMENTÁRIOS