“Fim de semana não é sinônimo de churrasco com os amigos”, critica prefeito de Blumenau
07/07/2020 13:03 em NOTÍCIAS

"Puxão de orelha" de Mário Hildebrandt diante dos descuidos da população durante a pandemia do coronavírus ocorreu na noite desta segunda-feira.

O prefeito Mário Hildebrandt voltou a endurecer o tom ao falar sobre moradores de Blumenau que não tomam os devidos cuidados diante da pandemia do novo coronavírus. Na transmissão ao vivo desta segunda-feira (6), o chefe do Executivo blumenauense abordou o desafio de engajar a população nas normas adotadas, como o distanciamento social, higiene das mãos e regras de acesso a comércios.

Dados da prefeitura indicam que há mais de 3 mil infectados em Blumenau

Dados da prefeitura indicam que há mais de 3 mil infectados em Blumenau (Foto: Patrick Rodrigues)

— Essas normas não são para mim, são para os cuidados com a cidade inteira. Se não forem adotadas por todos teremos falta de leitos.. um colapso na nossa Saúde. Você deseja isso? — lamentou.

Acompanhado do secretário da Saúde, Winnetou Krambeck, Hildebrandt criticou quem descuida em momentos de lazer, como aos finais de semana. Neste sábado e domingo (4 e 5), por exemplo, a Vigilância Sanitária e equipes registraram 173 ocorrências envolvendo aglomeração. O “relaxamento” nos cuidados pode ter um preço alto, alertou o prefeito. 

— Fim de semana não é sinônimo de churrasco com os amigos e encontro familiares. Se não entendermos isso, continuaremos pagando com o aumento do número de casos sem necessidade — disparou. O gestor lembrou que os mais prejudicados são os idosos. A cada 100 com a doença em Blumenau, 13 precisam de internação em UTI. Dos 14 óbitos confirmados pela prefeitura até o momento, mais da metade foram de pessoas acima dos 60 anos. Hildebrandt voltou a pedir que as saídas de casa sejam reduzidas ao máximo, apenas para o essencial. Quanto menos exposição, menos chance de levar o vírus para dentro do lar.

Depois de mais de cinco minutos enfatizando a importância da adoção das medidas por toda a comunidade, Hildebrandt finalizou:

Coronavírus em Blumenau 

 

Segundo Krambeck, a cidade chegou a 3.112 casos e 14 mortes. Entre esses confirmados, 1.285 estão em tratamento, 16 deles em UTIs. A ocupação hospitalar nesses espaços é de 52%, considerando os pacientes suspeitos e de outras cidades.

FONTE: nsc santa Por Bianca Bertoli bianca.bertoli@somosnsc.com.br

FOTO: REPRODUÇÃO

COMENTÁRIOS