Coronavírus provoca 16 mortes em instituições para idosos em Blumenau
03/09/2020 14:33 em SAÚDE

Um em cada quatro idosos residentes em instituições de Blumenau testou positivo .

O novo coronavírus provocou 16 mortes de idosos em casas asilares de Blumenau. Outros 64 continuam em tratamento contra a Covid-19.

 

O avanço da doença sobre pessoas que vivem nas 21 instituições da cidade ganhou evidência com o surto que acometeu mais da metade dos 76 idosos da Casa São Simeão — três morreram no fim de semana passado.

Até quarta-feira (2), 139 dos 551 idosos residentes nesses espaços haviam sido infectados — o equivalente a 25%. Destes, 59 são considerados recuperados. Também testaram positivo 81 (21%) dos 390 trabalhadores desses estabelecimentos.

O sinal vermelho em casas que abrigam pessoas da faixa etária mais vulnerável à Covid-19 vem justamente no momento em que Blumenau conseguiu baixar o número geral de casos e internações. Porém, a frequência de mortes permanece alta — até quarta eram 131 no total.

 

Segundo a prefeitura, as instituições de atendimento aos idosos são monitoradas pelas secretarias de Promoção da Saúde e Desenvolvimento Social. "A situação no município encontra-se estável por conta do constante monitoramento feito pelos profissionais de saúde, incluindo médicos das instituições", avaliou a administração em nota à coluna.

Visitas a instituições de longa permanência de idosos estão suspensas desde março. Na São Simeão, nem mesmo encontros a distância, no portão, são mais permitidos.

 

Segundo o município, há recomendação para limitar a circulação de residentes em áreas comuns, servir as refeições nos quartos ou em horários escalonados e restringir o uso de objetos compartilhados.

FONTE: nsc Por Evandro de Assis

FOTO: Salmo Duarte, BD, NSC Total

COMENTÁRIOS