Ministério Público denuncia homem suspeito de estuprar mulher em loja de Joinville
05/11/2020 11:24 em POLÍCIA

Caso ocorreu em 22 de outubro; homem já foi acusado pelo mesmo crime há 44 anos.

O Ministério Público denunciou o homem suspeito de ter estuprado uma mulher dentro de uma loja no Centro de Joinville. A Polícia Civil já concluiu a investigação do caso que ocorreu no dia 22 de outubro, na rua João Colin.

O homem, de 70 anos, foi preso na noite do crime e está no Presídio Regional de Joinville, onde cumpre prisão preventiva.

De acordo com o Ministério Público, a 9ª Promotoria de Justiça entrou com a denúncia e agora o processo está em trâmite. O caso está em segredo de justiça por se tratar de um crime contra a dignidade sexual. O suspeito tem passagens na polícia pelo mesmo crime em Blumenau e Curitiba (PR).

Segundo a titular da Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), Cláudia Lopes Gonzaga, o suspeito tem um histórico de condenações e acusações envolvendo estupros. Ele cometeu um crime de abuso sexual há 44 anos.

A Polícia Civil de Joinville encontrou uma reportagem de 1976, publicada no jornal “Diário do Paraná”, na qual um homem com o mesmo nome teria se passado por um falso ginecologista para abusar de mulheres.

Relembre o caso

Na tarde de quinta-feira, 22, uma mulher de 24 anos foi estuprada em uma loja de roupas no Centro de Joinville.

As câmeras de segurança da loja onde a vítima trabalha registraram o crime. Além de abusar sexualmente da mulher, o homem roubou R$ 220 do local.

Segundo a Polícia Militar, as roupas da mulher continham provas genéticas do autor do estupro.

 

De acordo com a polícia, o homem entrou no estabelecimento que a vítima trabalha supostamente para evangelizá-la. A polícia informou ainda que conforme as imagens obtidas no local do fato, ele manda a vítima ler um livro, colocar a mão em cima dele e faz uma espécie de ritual.

FONTE: Redação O MUNICÍPIO BLUMENAU

FOTO: DIVULGAÇÃO

COMENTÁRIOS